A polémica “raspadinha” do Património já está à venda

Ministério da Cultura e Santa Casa da Misericórdia desvalorizam possíveis impactos sociais da nova lotaria. Estudo do Conselho Económico e Social à espera de financiamento.

Foto
O Ministério da Cultura prevê arrecadar cinco milhões de euros para a salvaguarda do património Paulo Pimenta

Sem qualquer aviso prévio ou campanha publicitária, mas de acordo com o que tinha sido anunciado e em cumprimento do Orçamento de Estado para Cultura, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) põe à venda esta terça-feira, Dia Internacional dos Museus, a “raspadinha” do Património.