Nos Açores, o (A)mar quer abraçar a comunidade LGBTI — e romper com a discriminação

Perante a falta de apoio à comunidade LGBTI nos Açores, Cláudia Varejão decidiu lançar um projecto em parceria com várias associações para combater a discriminação no meio conservador das ilhas. “O nosso objectivo é criar a primeira rede regional de prevenção e combate à discriminação de pessoas LBGTI.” O (A)Mar é apresentado hoje, 17 de Maio, Dia Internacional contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia.

Foto
Inês Lopes e Siena Rui Pedro Paiva

Em Junho, o processo de mudança de sexo vai finalmente começar. Foram cinco anos de espera devido a complicações burocráticas, acentuadas no último ano e meio com a pandemia da covid-19. Agora, o tempo é de sair da ilha rumo a Coimbra para materializar a transição. “Quando olho ao espelho só vejo a Siena”, começa por dizer ao P3.

Sugerir correcção
Comentar