Empresas portuguesas pagam mais 380 milhões por ano para se financiar

Diferencial da taxa de juro entre 2016 e 2019 foi de 1,1 pontos percentuais. Ausência de alternativas ao crédito, falta de concorrência na banca e descapitalização pesam no tecido nacional.

Foto
Adriano Miranda

As empresas portuguesas pagaram, entre 2016 e 2019, quase 69% mais do que as dos restantes países da zona euro para se financiarem junto da banca. A diferença na taxa de juro média foi de 110 pontos base (1,1 pontos percentuais) segundo dados do Banco Central Europeu.