Tempestade perfeita

Não fora a formidável capacidade amortecedora do Presidente Marcelo e já estaríamos a navegar em águas furiosas. Mas as ambições estão à solta. Reina a desconfiança. E os que já perceberam o papel do Presidente querem agora ver-se livres dele. O que é perigoso.

Parecem reunidas as condições para uma grande tempestade. Perfeita ou não, é o que falta saber.