O Sporting voltou a olhar para dentro

Boa parte da explicação para o fim do jejum de título está no aproveitamento dos jogadores da formação e que ainda estão em formação.

Foto
Nuno Mendes estreou-se pela equipa principal do Sporting antes de chegar aos 18 anos LUSA/MIGUEL A. LOPES

O Sporting deve uma generosa fatia da sua notoriedade internacional por ser o clube da formação de Cristiano Ronaldo, o seu mais distinto formando. Mas Ronaldo, como muitos outros ao longo das últimas décadas nunca foi campeão com os “leões”. Saiu após a única época na equipa principal (2002-03) e pode, ou não voltar a Alvalade. Se é mais do que “wishful thinking”, este texto não vai responder a isso, mas não deixaria de ser uma bonita simetria cósmica ver CR7, um dos melhores jogadores de todos os tempos, a jogar ao lado de uma geração formada em Alcochete diferente da dele e, quem sabe, conquistar títulos. Dolores Aveiro, a mãe, lá saberá o que lhe dizer para o convencer.

Sugerir correcção
Comentar