Partido Republicano deixa cair conservadora Liz Cheney para agradar a Trump

Filha do ex-vice-presidente dos EUA Dick Cheney vai ser substituída, como n.º 3 dos republicanos na Câmara dos Representantes, por uma ex-centrista transformada em fiel apoiante de Trump. Mudança está a ser criticada na ala conservadora do partido.

Foto
Cheney insiste em acusar Trump de mentir sobre as eleições e de querer minar a democracia nos EUA Reuters/Mark Makela

O Partido Republicano prepara-se para escolher como n.º3 na sua hierarquia, na câmara baixa do Congresso dos EUA, uma congressista de Nova Iorque, Elise Stefanik, que defendeu a lei de acesso universal aos seguros de saúde aprovada por Barack Obama, e que se opôs ao muro anti-imigração prometido por Donald Trump. Mas, ao contrário do que o passado de Stefanik pode sugerir, a sua ascensão meteórica entre os republicanos, nas últimas semanas, é mais uma prova de que Trump continua a comandar os destinos do partido.