Covid-19: Nova Iorque quer oferecer vacina aos turistas e Miami vai começar a vacinar no aeroporto

Em Nova Iorque os turistas irão receber a vacina da Johnson & Johnson e em Miami a vacina da Pfizer.

Foto
Em Nova Iorque os turistas irão receber a vacina da Johnson & Johnson e em Miami a vacina da Pfizer Nelson Garrido

De forma a reactivar o turismo na cidade, as autoridades de Nova Iorque querem oferecer a vacina a todos os turistas que queiram visitar a cidade. O mayor da cidade, Bill de Blasio, disse na passada quinta-feira que tenciona oferecer a vacina da Janssen (empresa da Johnson & Johnson) a qualquer turista que visite a cidade de Nova Iorque, mas a decisão está dependente da aprovação do Estado.

De Blasio anunciou que a cidade pretende instalar locais de vacinação móveis nas várias atracções turísticas da cidade como a praça Times Square, Brooklyn Bridge Park e Highline. “Este Verão, vamos ver o turismo ganhar vida na cidade de Nova York”, disse. A notícia foi avançada pela CNN.

A cidade de Nova York já administrou 6.809.451 doses da vacina covid-19, anunciou também De Blasio.

No mesmo sentido, em Miami, “estarão disponíveis no Aeroporto Internacional vacinas da Pfizer para os funcionários do aeroporto, os seus familiares e amigos e viajantes que moram ou trabalham na Florida”, lê-se num comunicado no site do aeroporto.

“Estamos empenhados em tornar a vacinação mais fácil e conveniente possível para aqueles que moram e trabalham em Miami”, disseram as autoridades portuárias, acrescentando que “a vacinação é nossa melhor ferramenta para vencer a pandemia e fazer a comunidade e a economia voltarem ao normal”.

Todas as pessoas com 18 anos ou mais que vivam ou trabalhem na Florida podem receber a vacina. Menores de 16 e 17 anos de idade podem receber a vacina Pfizer, mas devem estar acompanhados pelos pais ou responsável legal até o local da vacinação.