Direitos sociais: chegou a altura de cada um assumir as suas responsabilidades

Depois da proclamação do Pilar Europeu dos Direitos Sociais, a União Europeia quer passar à acção. Na Cimeira Social do Porto, os líderes vão comprometer-se a cumprir metas concretas de emprego, formação profissional e redução da pobreza e exclusão social.

Foto
Ontem ultimavam-se os preparativos para a Cimeira Social que terá o Porto como anfitrião Adriano Miranda

No ano passado, quando a pandemia do novo coronavírus mergulhou a Europa na maior recessão desde o fim da Segunda Guerra, os chefes de Estado e governo da União Europeia precisaram de cinco dias de discussões, intensas e difíceis, para acertar a receita para vencer a crise, com a aprovação de um inédito pacote financeiro de 1,8 biliões de euros para relançar e transformar a economia. Este sábado, no Porto, não vão gastar mais do que duas horas para reforçar que a “dimensão social” tem de ser um “elemento fundamental da recuperação” — não é por acaso que o principal mecanismo de apoio contém a palavra “resiliência” no nome.