Ana Santos Rutschman: “As ferramentas certas para aumentar a produção das vacinas são os contratos”

A investigadora portuguesa foi conselheira da campanha de Biden na matéria de propriedade intelectual e explica porque é que os Estados Unidos mudaram a sua posição sobre a isenção de patentes.

Foto
Ana Santos Rutschman DR

Os Estados Unidos mudaram de posição na Organização Mundial do Comércio (OMC) e mostraram o seu apoio ao levantamento das patentes das vacinas contra a covid-19, tal como prevê a excepção ao Acordo sobre Aspectos dos Direitos de Propriedade Intelectual Relacionados com Comércio (TRIPS) em situações de emergência. Esta mudança acabou por surpreender a União Europeia, que também já se tinha mostrado contra, mas que disse estar disponível para discutir o tema.