Sporting poderá ser campeão já na segunda-feira

Caso o FC Porto vença o Farense na próxima jornada, um triunfo dos “leões” sobre o Boavista será suficiente.

Foto
LUSA/JOSE COELHO

O título nacional está ao virar da esquina e o Sporting pode dobrá-la já no início da próxima semana. Entre as equações em cima da mesa, está a possibilidade de os “leões” se sagrarem campeões à distância, no conforto de casa, logo na segunda-feira, ou de o conseguirem em campo, no dia seguinte, com um triunfo no encontro da 32.ª jornada.

O empate registado no clássico, no Estádio da Luz, transformou o que era praticamente uma miragem numa autêntica utopia para o FC Porto. A três rondas do fim do campeonato, a distância que separa os “dragões” do líder é agora de oito pontos, quando restam nove para disputar. Na prática, isto significa que qualquer resultado que não seja a vitória dos “azuis e brancos”, diante do Farense, na segunda-feira, consagrará automaticamente o Sporting como novo campeão.

A avaliar pelos resultados registados pelo FC Porto nesta Liga (11 vitórias, três empates e uma derrota), não será muito elevada a probabilidade de os algarvios conquistarem pontos na próxima ronda, mas o Sporting terá sempre de preparar-se para a eventualidade de sair à rua e festejar ainda na segunda-feira. Pelo menos, preparar o palco para os adeptos, já que o plantel tem um embate com o Boavista agendado para a noite de terça-feira.

Esse encontro em Alvalade (20h30) constituirá uma segunda janela de oportunidade para a equipa treinada por Rúben Amorim assegurar o título, pondo fim a uma longa travessia no deserto. Independentemente do resultado que venha a registar-se no Dragão, um triunfo do Sporting sobre os “axadrezados” garantirá, matematicamente, o título nacional.

Se for o caso, do ponto de vista classificativo, o derby da penúltima jornada, o Benfica-Sporting, será esvaziado de interesse. E também pode dar-se o caso de o segundo lugar não ser sequer já hipótese para os “encarnados”, que estão a quatro pontos do FC Porto, depois de terem desperdiçado uma oportunidade de ouro para encurtar a distância.

Na mira do Sporting, continuará, também, o objectivo de fechar o campeonato sem derrotas, depois de já ter batido o recorde de jogos consecutivos sem perder na Liga (31). Mas essa será sempre uma meta acessória, ofuscada por um objectivo maior que está à mão de semear.