Mesa de Lemos reabre com menu de Verão e vinho do “chef”

À mesa do restaurante distinguido com uma estrela Michelin subirão sabores mais ácidos e ingredientes da estação. E, para acompanhar, o “vinho do chef” Diogo Rocha, criado em parceria com o enólogo da Quinta de Lemos.

restaurante,restauracao,viseu,gastronomia,fugas,verao,
Fotogaleria
Diogo Rocha assina o novo "vinho do chef" DR
,Garrafa de vinho
Fotogaleria
Criado em parceria com o enólogo da Quinta de Lemos DR
restaurante,restauracao,viseu,gastronomia,fugas,verao,
Fotogaleria
É uma das novidades da reabertura do Mesa de Lemos DR
restaurante,restauracao,viseu,gastronomia,fugas,verao,
Fotogaleria
O restaurante é o único distinguido com uma estrela Michelin na região Centro DR
restaurante,restauracao,viseu,gastronomia,fugas,verao,
Fotogaleria
Além do "vinho do chef", há uma nova carta de Verão DR
restaurante,restauracao,viseu,gastronomia,fugas,verao,
Fotogaleria
No prato, destacam-se os sabores mais ácidos e os produtos da época DR

Instalado na Quinta de Lemos, no concelho de Viseu, o único restaurante distinguido com uma estrela Michelin na região Centro reabre a 5 de Maio, com uma nova carta de Verão e um “vinho do chef”, criado em parceria com o enólogo da casa, Hugo Chaves.

A novidade é uma edição limitada e numerada, com cerca de 2000 garrafas, feita a partir das castas Touriga Nacional e Tinta Roriz, com “boa estrutura e um aroma concentrado” e “grande presença de notas florais”, “equilibrado e com taninos bem afinados”, lê-se no comunicado de imprensa.

É “a personificação do vinho do Dão – um vinho muito gastronómico, com alguns anos (é de 2006), uma acidez extraordinária e muita fruta, que permite uma excelente harmonização com a nova carta”, aponta o chef, Diogo Rocha.

À Mesa de Lemos sobe um menu “mais fresco, com elementos de maior acidez” e produtos da época. Ao acolhimento, um sorbet de tomate verde e “dois momentos de snacks”, o primeiro dedicado à cenoura (gelado de cenoura roxa e bolo lêvedo, tartelette de cenoura, cenoura em pickle e cenoura assada com requeijão) e o segundo dominado pelo mexilhão (pastel de massa tenra de mexilhão, mousse de mexilhão e estufado ácido de couve lombarda, tártaro de mexilhão, mexilhão alimado e massada de mexilhão).

Segue-se um amuse bouche de enguia fumada com ervilhas, entradas de línguas de bacalhau com caril e mostarda, e lagostim e beterraba; depois, os pratos de peixe (tamboril com molho de espumante, pêra abacate e curgete, e imperador com molho fragateiro e chouriço alentejano e pimentos em cebolada) e, nas carnes, porque “em prato vencedor não se mexe”, repetem-se o cabrito do Caramulo com salada de pepino doce, maçã verde e batata, e a bochecha de porco alentejano estufada em vinho Quinta de Lemos e boletos de Verão.

Chegado às sobremesas, o novo menu de degustação apresenta um gelado de figo e creme de iogurte e gengibre para “limpar o palato”, finalizando com queijada de mirtilo, gelado de ameixa, entremeio de framboesa e curd de amora, e um pudim de hortelã, suspiro de morango e gelado de kiwi.

O Menu Lemos (inclui cinco momentos, dois conjuntos de snacks, amuse-bouche e pré-sobremesa) custa 90€, enquanto o Menu do Chef (sete momentos, dois conjuntos de snacks, amuse-bouche, pré-sobremesa e sobremesas) custa 115€.