Os “dinossauros” autárquicos do século XXI querem voltar à cadeira do poder

Cumpriram três mandatos como presidentes de autarquias. A lei obrigou-os a afastarem-se dos “seus” municípios durante quatro anos. Agora querem regressar ao poder.

Foto
NFS - Nuno Ferreira Santos

Saíram das câmaras municipais onde “reinaram” durante 12 anos, mas nunca tiraram os olhos delas, nem da política. Depois do “poisio” obrigatório por lei, querem voltar e já anunciaram ser novamente candidatos às eleições autárquicas do próximo Outono — seja mais uma vez com o apoio dos seus partidos, seja como independentes.