Ventura e a sondagem desaparecida

O Presidente do Chega disse no domingo que “metade do país acha hoje que está pior do que antes do 25 de Abril”. Citou uma sondagem. Mas esse dado não está na sondagem. É assim que se fazem as fake news.

Não encontrei a sondagem que André Ventura, presidente do Chega, citou no discurso do 25 de Abril na Assembleia da República. De cravo preto na lapela, o deputado abriu a intervenção com uma ideia original — “os cravos vermelhos deviam ser substituídos por cravos pretos” — e a seguir explicou: “É o luto da nossa democracia que hoje devíamos estar a celebrar.”