País entra na última fase de desconfinamento. O que muda a partir de sábado?

O primeiro-ministro anunciou, esta quinta-feira, a entrada da generalidade do país na quarta e última fase de desconfinamento. O país passa à situação de calamidade no dia 1 de Maio, sábado. O que muda nesta fase?

Foto
Getty Images

A partir de sábado, a maioria do país avança no desconfinamento. São 270 concelhos que seguem para a fase seguinte e oito que permanecem ou recuam mesmo nas medidas de desconfinamento

Restaurantes, cafés e pastelarias até 22h30. Esplanadas com mais pessoas. Com a entrada nesta última fase de desconfinamento, os restaurantes, cafés e pastelarias têm um horário mais alargado, podendo fechar às 22h30. Existem ainda alterações ao limite de pessoas por grupo: nas esplanadas podem estar até dez pessoas, no interior do estabelecimento seis pessoas por mesa.

Espectáculos culturais até às 22h30.

​Ginásios voltam à actividade normal. Tal como estava previsto, os ginásios voltam a poder realizar aulas em grupo. Também a actividade física poderá ser retomada sem restrições. 

Casamentos e baptizados com 50% de lotação. Celebrações privadas como casamentos e baptizados voltam a poder ter até 50% da lotação do espaço onde se realizarem. Até ao final da terceira fase de desconfinamento, a lotação máxima para estes eventos fixava-se nos 25%.

Todas as lojas e centros comerciais podem funcionar até às 21h durante a semana e 19h aos fins-de-semana e feriados.

Fronteira terrestre reabre sábado. Foi encerrada pela última vez no dia 31 de Janeiro.