Estudantes do ensino superior saem à rua pelo fim das propinas: “Já era um problema antigo que agora se veio acentuar”

Dirigentes estão preocupados com perdas de rendimentos nas famílias por causa da pandemia e insistem no fim das propinas.

pandemia,p3,manuel-heitor,propinas,ensino-superior,universidades,
Fotogaleria
pandemia,p3,manuel-heitor,propinas,ensino-superior,universidades,
Fotogaleria
pandemia,p3,manuel-heitor,propinas,ensino-superior,universidades,
Fotogaleria
pandemia,p3,manuel-heitor,propinas,ensino-superior,universidades,
Fotogaleria
pandemia,manuel-heitor,propinas,sociedade,ensino-superior,universidades,
Fotogaleria
pandemia,manuel-heitor,propinas,sociedade,ensino-superior,universidades,
Fotogaleria
pandemia,manuel-heitor,propinas,sociedade,ensino-superior,universidades,
Fotogaleria

Em Lisboa, centenas de estudantes do ensino superior saíram à rua, esta quarta-feira, para reivindicar o fim das propinas, empunhando faixas e cartazes e gritando, entre o Largo de Camões e a Assembleia da República (AR), “Propinas e Bolonha é tudo uma vergonha”, “Governo, escuta, estudantes estão em luta”, ou “mais, mais, mais condições materiais”. Ao protesto aderiram ainda estudantes noutras cidades. Os dirigentes ouvidos pelo PÚBLICO defendem o fim das propinas e estão preocupados, entre outras situações, com os efeitos da pandemia na perda de rendimentos das famílias e no abandono dos estudos.

Sugerir correcção
Ler 5 comentários