Estado de emergência termina sexta-feira e não será renovado, anuncia Marcelo

O actual estado de emergência termina na sexta-feira, 30 de Abril, e não será renovado, confirmou o Presidente da República. No entanto, o chefe de Estado repetiu que, caso a situação se descontrole novamente, o estado de emergência voltará a ser declarado.

Foto
Marcelo Rebelo de Sousa diz que a decisão é dada "com confiança" LUSA/RUI OCHOA

O “desejo” expresso por Marcelo Rebelo de Sousa antes da última renovação do actual estado de emergência cumpriu-se: Maio arrancará já sem este regime excepcional. A decisão foi comunicada nesta terça-feira pelo Presidente da República, numa declaração ao país a partir do Palácio de Belém. Marcelo Rebelo de Sousa diz que este passo “é baseado na confiança” e a três tempos: depois de uma manhã a ouvir especialistas, de uma tarde a ouvir os partidos com assento parlamentar e de várias semanas a ouvir o Governo. “Tudo visto e ponderado, decidi não renovar o estado de emergência”, confirmou.