CDS usa exclusividade dos altos quadros públicos para punir enriquecimento ilícito

Francisco Rodrigues dos Santos admite vir a alterar o regime de exclusividade dos deputados.

Foto
Francisco Rodrigues dos Santos anunciou pacote de combate à corrupção LUSA/JOSÉ SENA GOULÃO

O CDS quer punir o enriquecimento ilícito com base na violação do princípio da exclusividade dos altos quadros públicos. É a solução proposta pelo líder do partido, Francisco Rodrigues dos Santos, para tentar ultrapassar o chumbo do Tribunal Constitucional ao crime de enriquecimento ilícito, mas que pode implicar que os deputados tenham de exercer funções em regime de exclusividade. A proposta faz parte de um pacote de combate à corrupção e vai dar entrada na Assembleia da República nos próximos dias.