Ao minuto

Marcelo defende que é prioritário estudar o passado, dissecá-lo e assumi-lo

Vários estados de emergência depois e ainda em pandemia, a Revolução dos Cravos volta a ser celebrada na Casa da Demoracia (desta vez sem polémicas associadas à sessão solene).