Afinal, no desfile do 25 de Abril cabem todos que o queiram “cumprir”

Comissão promotora decidiu aceitar todos os pedidos de participação no desfile de entidades, mas exige-lhes que subscrevam o texto que publicou sobre o evento, além das regras santárias.

Foto
No ano passado não se realizou o tradicional desfile e manifestação, por causa da pandemia Miguel Manso

Afinal, todas as entidades que manifestem essa intenção, até às 15h de sábado, poderão participar no desfile comemorativo do 25 de Abril do dia seguinte, na Avenida da Liberdade, em Lisboa. Mas terão que subscrever o texto sobre o 25 de Abril e o actual momento político e social que a Comissão Promotora das Comemorações Populares (CPCP) produziu, como “apelo" à participação.