Lisboa: no restaurante Bômau, o povo é quem mais ordena

Viveram metade da vida na Índia, outra metade nos EUA e chegaram a Lisboa em 2019 com um projecto social, um restaurante onde os empregados podem ser sócios, tanto servem à mesa como cozinham e escolhem o que querem oferecer aos clientes.

fugas,lisboa,turismo,india,siria,dinamarca,
Fotogaleria
fugas,lisboa,turismo,india,siria,dinamarca,
Fotogaleria

Noutros tempos, Kanan e Vijay Jayachandran, arquitectos de profissão, mas foodies de coração, juntavam dezenas, às vezes uma centena de pessoas para comer. Sempre tiveram prazer em fazê-lo, contam à Fugas por telefone. Até que, há um ano, em Abril de 2020, abriram um restaurante em Lisboa, em plena pandemia. O Bômau, numa artéria principal da cidade, é pequeno, mas tem vários donos, gente que se juntou ao casal indiano, que se apaixonou por Portugal. Por isso, a oferta é diversificada e com sabores um pouco de todo o mundo — do pão feito pelo padeiro sírio aos mini-hambúrgueres, passando por saladas e cocktails. A aposta é na chamada “comida de conforto” — neste caso, saborosa e saudável.