Portugal é o país da União Europeia com menos casos de covid-19 há mais de um mês

Portugal regista uma média de 75 casos por 100 mil habitantes. A média europeia diminuiu para 382 infecções por 100 mil habitantes. Esta é a sexta semana consecutiva em que Portugal ocupa a melhor posição na União Europeia em termos de incidência da covid-19.

Portugal continua a ser o país da União Europeia (UE) com a menor taxa de incidência da covid-19 pela sexta semana consecutiva, de acordo com os dados mais recentes divulgados esta quinta-feira, 22 de Abril, pelo Centro Europeu de Controlo de Doenças (ECDC, na sigla em inglês).

PÚBLICO -
Aumentar

Nos últimos 14 dias, Portugal registou uma incidência de 75 casos de infecção pelo novo coronavírus por 100 mil habitantes, segundo o relatório semanal do ECDC. Na semana passada, o país registava uma incidência de 68, pelo que este indicador tem vindo a subir.

Os dados do centro europeu revelam ainda que a incidência a 14 dias da covid-19 em Portugal foi mais elevada na faixa etária entre os 25 e os 49 anos, com 93 casos por 100 mil habitantes, seguindo-se o grupo dos 15 aos 24 anos (86), os jovens com menos de 15 anos (83), a faixa etária dos 50 aos 64 anos (62), as pessoas entre os 65 e os 79 anos (44) e os idosos com mais de 80 anos (32 casos por cem mil habitantes).

Em segundo lugar na lista de países com os números mais baixos da UE (considerando apenas os 27 Estados-membros) está a Finlândia, com 82 casos por cem mil habitantes, e em terceiro está a Irlanda, com 108. Seguem-se ainda Malta (145) e a Dinamarca (164).

Por outro lado, o Chipre é agora o país da União Europeia com maior incidência da covid-19, com 962 casos por cem mil habitantes. Seguem-se a Suécia (796), França (694), Croácia (691) e Polónia (650).

No entanto, o ECDC explica que, a 22 de Março, a província autónoma de Bolzano, em Itália, reportou 10.665 casos adicionais com data de notificação anterior a 15 de Janeiro, uma correcção que “afecta a taxa de notificação de casos de covid-19 a 14 dias para essa região”.

Numa outra nota explicativa, o ECDC destaca que, no que diz respeito aos dados da Eslováquia, apenas estão incluídos os casos confirmados através de um teste PCR. “A metodologia de recolha de dados do ECDC está a ser actualizada para permitir a inclusão dos casos diagnosticados através de testes de antigénio nos dados diários e semanais sobre o número total de casos e mortes”, acrescenta.

Já no que diz respeito ao continente europeu, Portugal assume a 9.ª posição na lista de países e territórios com menor taxa de incidência, a seguir ao Vaticano (0), Guernesey (2), Ilhas Faroé (2), Jersey (4), Ilha de Man (6), Islândia (29), Reino Unido (42) e Gibraltar (47). A média europeia ronda agora as 382 infecções por 100 mil habitantes — o que corresponde a uma diminuição face à semana passada.

A lista dos países e territórios, a nível mundial, com mais casos por cem habitantes é encabeçada pelo Uruguai (1355), pelas Bermudas (1307), por Curaçau (1119), uma ilha holandesa no Caribe, pelo Chipre (962) e pela Turquia (940).

Algarve com incidência superior ao resto do país

O mapa a cores divulgado pelo ECDC sobre a incidência da covid-19 na União Europeia mostra que Portugal encontra-se num nível de laranja claro, que corresponde a uma taxa de incidência entre os 60 e os 119,9 casos por 100 mil habitantes. Por sua vez, o Centro do país é representado a amarelo-torrado (com uma taxa de incidência inferior, entre os 20 e 59,9 casos por cem mil habitantes) e a região do Algarve figura a laranja mais escuro, o que significa que apresenta uma incidência superior ao resto do país.

Numa nota que acompanha o mapa, o ECDC esclarece que esta representação a cores tem por base “dados registados uma vez por semana” e foi elaborada a 22 de Abril.

Os dados do ECDC por regiões confirmam esta diferença, com o Algarve a registar uma incidência a 14 dias de 128 casos por 100 mil habitantes, seguindo-se o Alentejo (85), o Norte (76), a Área Metropolitana de Lisboa (70) e o Centro (51). Já a Região Autónoma dos Açores contabiliza actualmente 193 casos por 100 mil residentes e a Madeira 126.

Na semana passada, Portugal ocupava também a melhor posição na União Europeia em termos de casos de covid-19 por cem mil habitantes, com uma incidência a 14 dias de 68 novos casos de infecção por 100 mil habitantes.

A 11 de Março, Portugal era o terceiro país da União Europeia com menor incidência da doença, tendo chegado mesmo a surgir, em Fevereiro, em primeiro lugar na tabela ocupando a pior posição na Europa, com uma taxa de notificação de novos casos a 14 dias por cem mil habitantes de 1190.

Portugal é o segundo país da UE com menos mortes

À semelhança da semana passada, Portugal continua a ser também o segundo país da União Europeia (a seguir à Dinamarca) com menos mortes por covid-19, contabilizando seis óbitos causados pela doença por milhão de habitantes, nos últimos 14 dias.

Em termos mundiais, o primeiro da lista com mais mortes por milhão de habitantes nos últimos 14 dias é a Bósnia e Herzegovina, com 358, seguindo-se a Hungria (353), Macedónia do Norte (259), Uruguai (237) e Curaçau (232), os três primeiros na Europa. A média europeia de mortes por milhão de habitantes fixou-se em 64.

De acordo com os dados divulgados pelo ECDC, o número de pessoas hospitalizadas com covid-19 em Portugal continua a descer. No dia 5 de Abril, estavam internados 536 doentes, tendo este número baixado para 428 a 18 de Abril.

Quanto à ocupação das unidades de cuidados intensivos, embora se tenha registado um aumento entre os dias 5 e 9 de Abril (data em que havia 128 doentes com covid-19 em cuidados intensivos em Portugal), o número baixou para 109 a 18 de Abril.