Johnson nega lobbying após divulgação de troca de mensagens com milionário que pediu isenções fiscais

Promessas feitas ao empresário pró-“Brexit” que forneceu ventiladores ao NHS levanta suspeitas, junto da oposição, sobre o envolvimento do primeiro-ministro em casos de favorecimentos, usando o seu telefone pessoal. Governo abre inquérito.

Foto
Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido TOBY MELVILLE/Reuters

Dez dias depois de o Governo britânico ter anunciado a abertura de uma investigação independente às actividades de lobbying de David Cameron, Downing Street anunciou esta quinta-feira a abertura de um inquérito interno a um caso com algumas semelhanças com o do ex-primeiro-ministro, segundo a oposição, e que tem como protagonista o actual detentor do cargo, Boris Johnson.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários