Harry está “encurralado” no casamento com Meghan, defende biógrafa real

Autora de Meghan and Harry: The Real Story prevê que o casamento “não vai durar” pelo facto de a ex-actriz estar “desconectada da realidade”.

Foto
Reuters/POOL

Harry e Meghan foram protagonistas de um conto de fadas ao estilo da Disney: um príncipe conheceu uma plebeia e casou com ela. No entanto, há quem não adivinhe um final a condizer, perspectivando que o “e foram felizes para sempre” não faz parte desta história. É o caso de lady Colin Campbell, autora de várias biografias sobre a família real, algumas entre os best-sellers do New York Times, como Diana in Private, de 1992. A biógrafa, que tem entre a sua lista o livro Meghan and Harry: The Real Story,​ estima que o laço que une Harry a Meghan não vai durar muito mais tempo, acusando a duquesa de estar “desconectada da realidade”.

A sugestão surge numa altura em que o príncipe terá dado os primeiros passos para fazer as pazes com a família — foi noticiado que teve uma longa conversa com o pai e o irmão, os príncipes herdeiros Carlos e William, logo a seguir ao funeral do duque de Edimburgo —, havendo indicações de que terá adiado o regresso a casa para estar presente no dia de aniversário da avó: a rainha Isabel II completa 95 anos esta quarta-feira.

Em declarações ao Page Six, Colin Campbell considera que “desde a entrevista à Oprah, o nome [de Meghan] caiu na lama em toda a Commonwealth, mesmo nas ilhas”. E justifica: “Esta mulher desfasada declarou inverdades. Ela não conseguia manter a boca fechada. Sabendo que algumas afirmações não podiam ser transformadas em realidade, Harry concordou. Não satisfeito, [porque] ele sabia que elas não eram verdadeiras.”

Em causa estão várias declarações da ex-actriz, a começar pelas conversas sobre a cor de pele de um filho seu com Harry, que, de acordo consigo, teriam ocorrido durante a sua gravidez (e que Harry desmentiu, dizendo que essa conversa tinha acontecido no início da relação de ambos), continuando pelas alegações de um casamento três dias antes da cerimónia oficial — facto que foi desmentido pelo próprio arcebispo da Cantuária e pela certidão de casamento.

“Eles não estavam casados três dias antes do grande casamento. Há uma diferença entre facto e ficção. Ele [Harry] sabe a diferença numa cerimónia real. Tal como o arcebispo de Cantuária”, contextualizou a biógrafa real.

Agora, lady Colin Campbell, que diz não ter medo de Meghan — “Ela espuma da boca quando o meu nome é mencionado. Mas não há nada que possa fazer porque não cometi erros legais” —, considera que Harry está “encurralado”, uma sensação que o príncipe referiu ter experimentado quando trabalhava a tempo inteiro para a coroa britânica, considerando que tanto o pai como o irmão ainda estão “presos”. Só que, na perspectiva da autora, a prisão de Harry é o casamento. “Ela escolheu a América e uma propriedade descomunal e tem dois filhos. Ela apanhou-o. Vai ser difícil para ele sair [do casamento]. Ele está encurralado”, observou.

Além de ser conhecida pelos livros sobre a realeza, lady Colin Campbell, de 71 anos, fez fama pela sua participação em reality shows e, em 2019, o seu nome destacou-se, no rescaldo da entrevista do príncipe André à BBC, depois de as suas afirmações no programa Good Morning Britain terem sido percebidas como uma defesa do comportamento do magnata norte-americano Jeffrey EpsteinColin Campbell fez questão de dizer que “solicitar prostituição a menores (...) não é a mesma coisa que pedofilia” e, embora o quadro legal dos dois crimes seja distinto, as suas declarações acabaram por colá-la à defesa de Epstein.