Falta de credibilidade é incompatível com regresso de Sócrates à vida política

José Miguel Júdice afirma que o ex-primeiro-ministro “está morto politicamente e quem lhe pôs a última pazada de cal em cima da vida politica foi o juiz Ivo Rosa”. Marques Mendes dá Sócrates “politicamente condenado”.

Foto
Sócrates vai ser julgado por seis crimes de falsificação de documento e branqueamento de capitais Rui Gaudencio

A leitura de decisão instrutória da Operação Marquês (ainda sujeita a recurso) ditou que o ex-primeiro-ministro não vai ser julgado por corrupção embora tenha de responder por branqueamento de capitais e falsificação de documento. Sendo conhecida a ambição política de José Sócrates — pretendia candidatar-se a Presidente da República e “ter uma voz pública” importa perceber se o ex-chefe de Governo estará condenado em termos políticos ou se pode ambicionar um regresso.