Incêndio florestal ameaça a Cidade do Cabo e já destruiu documentos históricos numa biblioteca da universidade

Ventos fortes estão a dificultar a acção de bombeiros e helicópteros no combate ao fogo, que obrigou ao corte de uma auto-estrada e à evacuação preventiva de algumas áreas.

Foto
Uma parte da Biblioteca da Universidade da Cidade do Cabo foi destruída NIC BOTHMA/EPA

A Cidade do Cabo ordenou, esta segunda-feira, a retirada preventiva das comunidades que vivem ao longo das franjas da zona turística de Table Mountain, em virtude das dificuldades enfrentadas pelos bombeiros em conter o incêndio que já devastou marcos históricos, incluindo o moinho mais antigo e ainda activo na África do Sul e uma biblioteca da Universidade da Cidade do Cabo que guarda um espólio importante de estudos africanas.

Sugerir correcção
Comentar