Governo mantém margem apertada para aumentos salariais até 2025

Reforço de verbas para a massa salarial é semelhante, nos próximos quatro anos, ao registado em 2021. Objectivo é, depois do aumento de 2020, voltar a descer o peso da despesa com pessoal no PIB.

Foto
Daniel Rocha

Decidido a trazer o peso da despesa com pessoal do Estado na economia de volta aos valores anteriores à crise, o Governo não dá sinais de abrir a porta, nas suas previsões para a função pública, a aumentos salariais nominais significativos durante os próximos quatro anos.