Cantora angolana Jéssica Areias anuncia novo álbum com Pranto do vento

Nasceu em Angola, mas está radicada no Brasil desde 2009. Natural de Luanda, Jéssica Areias começou a cantar aos 9 anos, mudando-se aos 17 para Portugal, onde participou no concurso televisivo Operação Triunfo, na RTP1. Licenciada em Educação Musical, lançou um primeiro álbum em 2014, Olisesa, onde percorria sonoridades de Angola, Cabo Verde, Portugal e Brasil.

Mas os sons de Angola permanecem vivos no seu trabalho, e são eles que marcam o seu novo álbum, Matura, com lançamento previsto para o dia 23 de Abril, a partir de São Paulo, onde vive. A antecipá-lo, e depois de ter lançado ainda em 2019 um videoclipe da canção Matura, revela esta sexta-feira um novo single, Pranto do vento, uma parceria com a cantora brasileira Thamires Tannous, natural de Campo Grande (Mato Grosso do Sul).

Gravado em Fevereiro deste ano, o segundo álbum de Jéssica Areias tem ainda parcerias suas com Leonardo Mendes e Cauê Silva, em Kikongo e Muzonguê, contando esta última também com letra do escritor angolano José Eduardo Agualusa. Há outro escritor angolano citado no disco, Ruy Duarte de Carvalho (1941-2010), já que o cantor e compositor brasileiro Tiganá Santana partiu de um fragmento de um poema dele para compor a canção Uma árvore, no Zaire.

Os outros temas do disco são Matura, que lhe dá título, Amê, Kimbu liyetu e Lemba, versão de um tema do cantor e compositor angolano Filipe Mukenga. Na gravação do disco participaram os músicos Leonardo Mendes, Cauê Silva, Xuxa Levy, Os Capoeira e o também cantor e compositor Manecas Costa, um dos nomes mais relevantes da música da Guiné-Bissau. O espectáculo de lançamento do disco ocorrerá no dia no dia 2 de Maio, uma semana depois do lançamento, a 23 de Abril. Na véspera, 22, Ruy Duarte de Carvalho completaria 80 anos – sendo este disco uma forma de homenagem.

Sugerir correcção