Professores e funcionários de creches devem ser todos vacinados com doses da Pfizer

Listas dos docentes e não docentes tiveram que ser expurgadas, a nível central, das grávidas e de todos os que já tinham estado infectados ou sido vacinados.

Foto
Nelson Garrido

Vai ser o grande teste da vacinação em massa contra a covid-19.  Este fim-de-semana recebem a primeira dose cerca de 180 mil professores e funcionários dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e os do ensino secundário, em conjunto com os trabalhadores das chamadas “respostas sociais”, que incluem creches, centros de actividades ocupacionais, serviços de apoio domiciliário. Vão todos ser vacinados, em princípio, com doses da Pfizer por uma questão logística, uma vez que seria complicado misturar vacinas diferentes, explica uma fonte da task force (grupo de trabalho) responsável pela vacinação e corroboram profissionais de saúde no terreno.