A esfoliação não é necessária. Mas se a fizer, siga as dicas dos dermatologistas

A esfoliação é geralmente um passo desnecessário e muitas pessoas exageram o número de vezes que a fazem, danificando a epiderme, avisam os especialistas.

Foto
Unsplash/Noah Buscher

Se seguir os conselhos de revistas como a Vogue e a Harper's Bazaar, dos chamados “skinfluencers” (influenciadores da pele) das redes sociais ou das suas marcas favoritas de tratamento, poderá ter lido que a esfoliação  o processo de remover células mortas da pele — é um passo vital para ter uma pele saudável. De acordo com estas fontes, a esfoliação pode amplificar os resultados de produtos como sérums, máscaras e hidratantes, aumentando o “brilho” da pele e reduzindo o acne e os sinais provocados pelo sol.