Novo Banco já recebeu o dobro das injecções previstas quando foi vendido

O negociador da venda do Novo Banco ao Lone Star revelou que a previsão inicial era de utilização de “um pouco mais de 1500 milhões de euros” do mecanismo de capital contingente. Comissão Europeia enfraqueceu posição do FdR na gestão do Novo Banco.

Foto
LUSA/RODRIGO ANTUNES

O Novo Banco devia ter pedido 1500 milhões de euros ao Fundo de Resolução ao abrigo do Mecanismo de Capital Contingente. Este era o valor esperado aquando da venda, em 2017, abaixo dos quase 3000 milhões de euros que já foram pagos. A estimativa foi revelada esta terça-feira por Sérgio Monteiro, que no Banco de Portugal liderou o processo de venda do Novo Banco ao Lone Star.