Madeira, um vinho com lugar entre os melhores do mundo

Há dois grandes vinhos fortificados portugueses: o Porto e o Madeira. São ambos extraordinários, mas muito diferentes entre si. O Madeira tem características que o tornam quase eterno.

Foto
Andreia Gomes Carvalho

Já não recordo o dia, nem isso interessa, em que descobri o vinho Madeira. Mas sei que um dos momentos primordiais do meu maravilhamento com este vinho fortificado começou há quase duas décadas numa visita à Fajã dos Padres, uma língua de terra plana e fértil encravada entre o mar e as escarpas do Cabo Girão, na freguesia do Campanário, concelho da Ribeira Brava. Ainda desci no velho teleférico, que metia medo a sério. A descida daqueles 350 metros de falésia a pique, só com o mar pela frente, parecia demorar uma eternidade. Em terra firme, era como se tivéssemos chegado a um pequenino idílio, com uma prainha de calhau, algumas casas sobre o mar e inúmeros frutos tropicais mesmo ao alcance da mão.