Portugal é dos países da UE que menos testes fazem, detectando apenas um infectado em cada 67 testes

O país está em 19.º lugar em termos de testes diários realizados por cada mil habitantes. Por outro lado, tem a quarta taxa de positividade mais baixa da UE. Portugal está “no bom caminho” em relação aos testes, diz Bernardo Gomes, médico de saúde pública.

Foto
Paulo Pimenta

Portugal é um dos países da União Europeia que mais testes necessitam de fazer para identificar um caso de infecção pelo novo coronavírus, mas é dos que menos testes realizam por cada mil habitantes. O país está com uma taxa de positividade média de 1,5% – por cada cem testes realizados são detectados menos de dois casos da doença –, bem abaixo dos 4% que o Centro Europeu de Controlo de Doenças (ECDC, na sigla em inglês) apontou como máximo recomendado, mas está em 19.º na UE no que diz respeito ao número diário de testes realizados por cada mil habitantes, com apenas 2,32.