Biden tenta tributar os lucros que as empresas transferem para o estrangeiro

Para financiar o seu plano de investimento em infra-estruturas, o Presidente norte-americano pretende cobrar mais impostos sobre as empresas, especialmente aquelas que mudam operações para outros países com o intuito de reduzir a factura fiscal.

Foto
Reuters/KEVIN LAMARQUE

É através da subida da taxa de imposto sobre as empresas e de novas regras que impeçam as grandes empresas de pagar menos impostos, transferindo lucros para o estrangeiro, que a Administração Biden conta obter receitas de 2,5 biliões de dólares (cerca de 2,1 biliões de euros) durante os próximos 15 anos, e assim financiar o plano de investimento público em infra-estruturas que irá propor ao Congresso.