Covid-19: falta vacinar 15% dos idosos acima de 80 anos com a primeira dose – 6% dos portugueses têm vacinação completa

Mais de 1,3 milhões de portugueses já receberam, pelo menos, a primeira dose de uma das vacinas contra a covid-19. Na faixa etária acima dos 80 anos, 85% das pessoas já estão protegidas com a primeira injecção e 44% com ambas.

Foto
Daniel Rocha

Mais de 1,3 milhões de portugueses (1.334.338)​ já receberam a primeira dose de uma das vacinas contra a covid-19, o que corresponde a 13% da população portuguesa. E pelo menos 579.069 já têm a vacinação completa (6%). Em relação à semana anterior, foram inoculados mais 135.736 cidadãos com a primeira dose e 83.652 com a segunda. Cerca de três meses depois de iniciado o processo de vacinação em Portugal, 87% dos portugueses ainda não receberam nenhuma dose da vacina.

Estes números foram avançados no relatório semanal de vacinação contra a covid-19 da Direcção-Geral da Saúde (DGS), divulgado esta terça-feira.

Olhando apenas para a faixa etária acima dos 80 anos, uma das mais afectadas pela doença, conclui-se que 44% dos idosos portugueses (298.862 pessoas) já receberam as duas doses da vacina e que 85% (576.599) receberam pelo menos uma – significa isto que falta vacinar com a primeira dose 15% das pessoas com mais de 80 anos. Na última semana, mais 5% dos idosos receberam a primeira injecção e mais 11% completaram o processo de protecção contra a covid-19.

No grupo etário anterior, dos 65 aos 79 anos, 237.063 pessoas já receberam a primeira dose (15%) e 50.930 receberam a segunda (3%). Cerca de 12% das pessoas entre os 50 e 64 anos já receberam pelo menos uma dose, enquanto 4% já têm a vacinação completa.

O Norte foi a região que mais vacinou na última semana: inoculou 85.752 pessoas, enquanto Lisboa e Vale do Tejo vacinou 68.357 pessoas e a região Centro 40.560. O Alentejo administrou 12.324 vacinas e o Algarve 7035. Nas ilhas, a Madeira inoculou mais 2464 pessoas, e os Açores mais 2579. Em termos totais, as regiões Norte e Lisboa e Vale do Tejo têm ambas 12% da população já vacinada com uma dose (5% com ambas) e o Centro tem 17% dos cidadãos já vacinados com a primeira injecção (8% com a segunda). No Alentejo, 17% das pessoas foram vacinadas com uma dose (9% com ambas) e no Algarve 11% dos cidadãos receberam uma infecção (5% já tem a vacinação completa).

Das 2.344.530​ doses recebidas, 1.996.561 foram distribuídas pela população, o que corresponde a cerca de 85%. A grande parte das doses chegadas a Portugal são da vacina da Pfizer/BioNTech (1,4 milhões), seguidas pelas da AstraZeneca (473 mil) e da Moderna (142 mil). Os dados divulgados pela autoridade da saúde incluem as vacinações que ocorreram até domingo, dia 4 de Abril. 

Só 6% da população adulta da União Europeia (UE) foi totalmente vacinada contra a covid-19 até esta segunda-feira, enquanto 14,2% dos adultos europeus já receberam a primeira dose, revelam dados da ferramenta online criada pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) consultados pela agência Lusa.

Entre os Estados-membros mais avançados na vacinação estão Malta (12,1% da população já está totalmente vacinada) e Hungria (9,8% da população já recebeu a segunda dose da vacina). Por outro lado, Letónia, Bulgária e Croácia estão entre os mais atrasados na administração da segunda dose, com percentagens de, respectivamente, 1,4%, 1,7% e 2,6%.