Acusação diz que Netanyahu usava favores como moeda de troca

Começou esta segunda-feira a fase de testemunhos no processo contra o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. Enquanto isso, o Presidente, Reuven Rivlin, diz que “não vê” caminho para a formação de um Governo.

Foto
Benjamin Netanyahu saiu da sessão antes do início do testemunho de Ilan Yeshua, que detalhou a cobertura favorável do popular site Walla ao primeiro-ministro Reuters

O Ministério Público apresentou esta segunda-feira o seu caso contra o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, no início da fase do processo em que são ouvidas as testemunhas. A procuradora Liat Ben-Ari disse que se trata de “um caso substancial e grave envolvendo corrupção no Governo”, e que Netanyahu “usou indevidamente o poder próprio do Governo para pedir e obter benefícios indevidos de donos de grandes media israelitas para os seus interesses pessoais”.