A Tails Travel é “a primeira plataforma de viagens” pet friendly em Portugal

Para combater o desafio de viajar com um animal de companhia, Sara, Érica, Inês, Bruna e Patrícia criaram a Tails Travel. A plataforma foi lançada a 21 de Março e já conta com 500 utilizadores.

Foto
Egor Gordeev/Unsplash

Viajar com um animal de companhia nem sempre é fácil. O tempo de pesquisa utilizado para encontrar um local onde este seja aceite e bem recebido, o conforto na viagem ou a preocupação com as temperaturas elevadas são apenas alguns dos requisitos que devem ser tidos em consideração. Não é problema que não se resolva, mas tem sido uma preocupação crescente para quem tem animais de companhia. Para Sara Tails, tutora de seis cães, era “um frete” que tinha de ter um fim à vista. “Íamos ao Booking, ao Airbnb ou ao Trivago e dizia ‘o alojamento é pet friendly. Óptimo!’ Mas muitos deles não dizem taxas ou se aceitam cães até cinco, dez, 15 quilos e tínhamos de estar a contactar os alojamentos”, começa por explicar ao P3.

Para acabar com o problema, juntou-se a mais quatro jovens empreendedoras e criou a Tails Travel — “primeira plataforma a nível nacional que reúne um amplo conjunto de serviços pet friendly, desde alojamentos a experiências turísticas, bem como de serviços para animais” —, pode ler-se no comunicado. “Não encontrámos nenhuma maneira que já existisse online, então decidimos arrancar com um projecto que facilite a vida às pessoas que viajam com o animal de companhia.”

Foto
Tails Travel

Com o cão, gato, pássaro, furão, o site não deixa nenhum animal de fora, mas o hotel ou qualquer outro serviço pode deixar. E, por isso, fica já o aviso: embora não seja impossível, é mais complicado para quem quer viajar com um cavalo ou qualquer outro animal de grande porte.

Reunir toda a informação sobre viagens com animais e rentabilizar o tempo de pesquisa foi a combinação perfeita para quem sofria do mesmo problema de Sara. A plataforma nasceu a 21 de Março e já conta com 500 utilizadores activos. Para além de ajudarem mais donos a viajar na companhia dos animais e combater o abandono, uma das componentes essenciais da plataforma passa por criar uma comunidade de partilha de locais e experiências com outros amantes de animais.

“Já temos vários espaços públicos como jardins, trilhos, parques, praias que podem ser consultados na nossa página e agora estamos a fazer os primeiros contactos no sentido de atingir hotéis, alojamentos, lojas e outras experiências turísticas”, revela Sara. Quem preferir pode comprar, por um preço-base de 20 euros, um roteiro turístico para as férias. “Já tivemos dois pedidos, um para a zona Norte com pedido de praias e campo e um para a região Centro com pedido de rent-a-car e alojamento.”

Foto
Sara com os seis cães: Ginja, Maria, Baco, Baileys, Fino e Beirão Tails Travel

A Tails Travel tem também disponível um serviço online veterinário 24 horas, que pode ser utilizado tanto em viagens como para esclarecer alguma dúvida.

Para os visitantes, o serviço é gratuito. Mas quem quiser ver a sua oferta divulgada, paga o aluguer do espaço. “Funciona como uma subscrição no Spotify”, esclarece. Com apenas uma semana de vida da plataforma “destinada ao visitante que está em Portugal e vai visitar Portugal” ou para quem vem de um outro país, Sara, Érica, Inês, Bruna e Patrícia já traçaram a meta para este ano: “Atingir o mercado nacional na totalidade.” De seguida, tal como se verifica no site também disponível em inglês, francês, espanhol e alemão, segue-se o mercado mundial. Mas as iniciativas não ficam por aqui. “Quando começarmos a ter retorno financeiro o suficiente para manter a sustentabilidade da plataforma, queremos criar campanhas que permitam ajudar animais que estejam abandonados e associações”, acrescenta Sara.

Texto editado por Ana Maria Henriques