António Costa, o génio do conformismo, está como quer

Para já, Costa tem o governo blindado pela ausência de alternativa. O Governo só cairá se e quando o primeiro-ministro quiser.

Independentemente do que pensemos sobre os novos apoios sociais de emergência aprovados no Parlamento, convém não tratar o Governo como vítima dos deputados. “Vítima” é uma palavra demasiado forte para quem está exactamente na situação em que deseja estar.