EUA e Irão ainda não se sentam à mesma mesa, mas acordo nuclear voltou a ter vida

Reunião em Viena na próxima terça-feira pode delinear os primeiros passos para que Washington regresse ao acordo e para que o Irão volte a cumprir as suas regras.

Foto
Hassan Rohani deixa a presidência depois das eleições de Junho EPA/HANDOUT

As esperanças de progressos nas negociações que pretendem reavivar o acordo nuclear iraniano sofreram um abalo com a recusa de Teerão em encontrar-se com representantes norte-americanos em Viena na próxima semana. Depois de anos de desconfiança, o objectivo é relançar as negociações, e a retoma do acordo mantém-se no horizonte.