Pingo Doce e Well’s vão vender testes rápidos à covid-19 a partir de quinta-feira

O preço dos testes variam entre os 6,79€ e os 6,99€ e podem ser feitos por pessoas de qualquer idade.

Foto
A venda ao público destes testes foi permitida após a publicação da Portaria Nº 56 em Diário da República, no dia 12 de Março de 2021. Rui Gaudencio

O Pingo Doce e as lojas Well’s vão vender autotestes rápidos à covid-19 a partir de quinta-feira. Os testes custam menos de 7 euros, podem ser realizados em casa e os resultados positivos devem ser comunicados à linha SNS24.

“O custo por teste é de 6,79€, sendo comercializadas nesta fase inicial caixas de 25 testes”, lê-se num comunicado do Pingo Doce, sendo o preço final de 169,75€. Já na Well’s o custo é diferente. “Estes testes podem, a partir de agora, ser adquiridos de forma unitária, em lojas físicas da Well’s em todo o Portugal continental, pelo valor de 6,99€.”

No caso do Pingo Doce, a venda de testes começou esta quarta-feira em Lisboa, mas vai ser alargada a todas as lojas do país, num total de 25 parafarmácias. “O Pingo Doce prevê alargar, a partir da próxima semana, a comercialização destes testes a todos os espaços Bem Estar, incluindo os que estão localizados no interior dos supermercados e não apenas as parafarmácias com balcão de atendimento”, diz o comunicado. 

A Well’s “passa a disponibilizar a partir de amanhã, quinta-feira, nas suas lojas físicas de norte a sul do país, testes rápidos de antigénio da Roche Diagnósticos, de forma a antecipar os cuidados de saúde pública e a ajudar a implementar as medidas de isolamento para conter a transmissão do vírus em Portugal”, lê-se no comunicado.

“Como o próprio nome indica, os autotestes foram desenvolvidos para serem os próprios utilizadores a fazê-los, de uma forma simples e rápida nas suas casas”, afirma Rita Cardoso, directora comercial da área de Bem Estar, do Pingo Doce. Os resultados dos testes vendidos pelas duas superfícies são obtidos entre 15 a 30 minutos.

De acordo com João Cília, director geral da Well’s, “a parceria estabelecida com a companhia de diagnósticos do grupo Roche, um dos mais reconhecidos grupos farmacêuticos do mundo, foi determinante para permitir à Well’s disponibilizar os primeiros autotestes de diagnóstico covid-19 a todos os portugueses”.

Segundo o comunicado da Wells, “o teste utiliza amostras da zona nasal interna, em vez da nasofaringe, o que torna este procedimento mais simples e menos invasivo, mas para uma maior eficácia dos resultados é importante seguir rigorosamente todas as instruções de utilização”. Os testes foram validados pelo Infarmed.

“Este teste pode ser realizado por pessoas de qualquer idade, inclusive crianças, sendo a sua venda permitida apenas a maiores de 18 anos”, diz João Cília.

As pessoas que realizarem autotestes para detectar a infecção com o novo coronavírus e obtiverem um resultado positivo ou inconclusivo deverão comunicar isso mesmo para a linha SNS24 (808 24 24 24) ou preencher um formulário electrónico que ainda vai ser criado na página covid19.min-saude.pt