Quão expectável é?

Era eu miúdo e o meu pai já me chateava para não dizer “é suposto”. Não sei o que ele diria hoje do horror do “expectável”.

Era eu miúdo e o meu pai já me chateava para não dizer “é suposto”. A minha resposta era bocejar e piscar o olho à minha mãe. Tudo isto tinha mais graça porque o meu pai também falava connosco em inglês.

Sugerir correcção
Ler 4 comentários