O corpo assombrado

Num seguríssimo primeiro filme, a possessão sobrenatural é uma metáfora do mundo que temos — ou deixamos de ter — dentro de nós.

ipsilon-papel,cultura,ipsilon,critica,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
A recente vertente de fantástico (no) feminino: A Presença
ipsilon-papel,cultura,ipsilon,critica,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
ipsilon-papel,cultura,ipsilon,critica,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
ipsilon-papel,cultura,ipsilon,critica,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria

Descobrimos A Presença no MOTELX de 2020; eis que aparece agora no videoclube da NOS sem ter passado por sala ou pelo streaming — sinal, parece-nos, da singularidade deste filme australiano (em co-produção americana) que podemos desde já inscrever na recente vertente de fantástico (no) feminino de que Jennifer Kent e o seu Senhor Babadook são de algum modo o “farol”.