Portugal preocupado com interferência nos media de Macau

Alto funcionário dos Negócios Estrangeiros diz que Macau “deu um passo a mais num caminho que não é bom” e que tentativas de limitar liberdade de imprensa são “inflexão preocupante”.

politica,diplomacia,china,macau,hong-kong,asia,
Fotogaleria
Macau Daniel Rocha
politica,diplomacia,china,macau,hong-kong,asia,
Fotogaleria
Macau Daniel Rocha
politica,diplomacia,china,macau,hong-kong,asia,
Fotogaleria
Macau Daniel Rocha
politica,diplomacia,china,macau,hong-kong,asia,
Fotogaleria
Hong Kong Tyrone Siu/REUTERS
politica,diplomacia,china,macau,hong-kong,asia,
Fotogaleria
Hong Kong Jorge Silva/REUTERS
politica,diplomacia,china,macau,hong-kong,asia,
Fotogaleria
Hong Kong Athit Perawongmetha/REUTERS

O primeiro caso de tentativa explícita de esmagar a liberdade de imprensa em Macau, que esta semana levou à demissão de seis jornalistas portugueses da Teledifusão de Macau (TDM), é visto por Lisboa como uma “inflexão preocupante” e um “sinal de alerta” sobre o futuro do território, disseram ao PÚBLICO dois altos quadros da diplomacia portuguesa.