A nossa língua, a língua basca e as línguas de bacalhau

Porque é que continuamos a fingir que os espanhóis, franceses, italianos e gregos (para falar só nas cozinhas mais próximas da nossa, esquecendo os receituários desconhecidos dos países que nos fornecem bacalhau) não têm pratos deliciosos de bacalhau?

Foto
Caras de bacalhau à venda na Manteigaria Silva, em Lisboa Rui Gaudêncio

Ia eu escrever sobre salada de línguas de bacalhau quando percebi, pelas conversas que tive e pelas perguntas que fiz, que se fazem grandes confusões entre línguas, bochechas, kokotxas e caras de bacalhau. Como sempre, a confusão é linguística e, como tal, tem uma raiz cultural.