OE suplementar: 1% da despesa prevista ficou por fazer

Despesa com prestações sociais, investimento público e aquisição de bens e serviços aumentou em ano de crise, mas menos do que aquilo que era esperado. O Governo assinala, no entanto, que nas medidas de combate aos efeitos da pandemia se gastou mais do que o previsto.

Foto
daniel rocha

Em ano de pandemia, com o Estado pressionado como nunca para ajudar no combate ao covid-19 e aos seus impactos económicos negativos, a despesa pública realizada em 2020 ficou 1,1% abaixo daquilo que era estimado pelo Governo em Junho, quando apresentou o Orçamento suplementar.