MotoGP: Ducati domina primeiro dia de treinos, Oliveira em 19.º

Jack Miller e Francesco Bagnaia tomaram conta dos dois melhores lugares em Losail, após a segunda sessão de treinos.

Foto
Jack Miller DR

Melhorou a marca, mas piorou na classificação. Assim se resume o desempenho de Miguel Oliveira na segunda sessão de treinos livres do Grande Prémio do Qatar, prova inaugural do Mundial de MotoGP 2021. Em Losail, o piloto português até conseguiu baixar a marca registada durante a manhã - o problema é que a maioria dos adversários obteve melhorias ainda mais significativas.

O destaque vai para a Ducati, que colocou os seus dois pilotos nos dois primeiros lugares. Jack Miller foi o mais rápido do dia, aproximando-se até do recorde da pista, ao completar a melhor volta em 1m53,387s, seguido de muito perto por Francesco Bagnaia, a 35 milésimos de distância.

O terceiro e o quarto postos da segunda sessão de treinos foram ocupados pelos dois franceses do pelotão. Fabio Quartararo (Monster Energy Yamaha) rodou em 1m53,57s, enquanto Johann Zarco (Pramac Racing) precisou de mais 11 milésimos para fechar a melhor volta. Zarco que, de resto, também comanda uma Ducati, o que garante à fabricante de Bolonha três dos quatro primeiros lugares, para já.

Bem distante de Jack Miller ficou Miguel Oliveira. O piloto da KTM Factory Racing tinha registado 1m55,745s durante a manhã e, na sessão nocturna, com a temperatura mais amena, baixou para 1m54,756s. Apesar deste ganho, baixou do 10.º para o 19.º lugar, a 1,369s de Miller e também atrás do colega de equipa, Brad Binder, que foi 16.º (1m54,371s).

A terceira sessão de treinos está agendada para as 10h25 de sábado, a quarta para as 16h20, iniciando-se a qualificação às 17h00.