Dry Cleaning: “Tudo o que está a acontecer é como se fosse um sonho”

Quatro ingleses vulgares que discorrem de forma singular sobre vidas comuns, misto de rock com poesia dita por voz introvertida, estão transformados numa das bandas mais celebradas do momento. New Long Leg é o excelente álbum de estreia.

Foto
Steve Gullick

Ideias simples que funcionam. As linhas de baixo de Lewis Maynard são arredondadas e a bateria de Nick Buxton metronómica, amparando os acordes de guitarra agudos de Tom Dowse, numa onda que evoca o vigor controlado de algumas bandas pós-punk. E depois existe a voz de Florence Shaw, declamando num tom pausado e isento, coisas como “It’s useless to live / I just want to tell you i’ve got scabs on my head / It made me realise / My only ambition in life is to grip the roots of your hair / You just want to be liked”, como em Strong feelings. E está encontrada uma das bandas rock britânicas mais entusiasmantes dos últimos tempos.

Sugerir correcção
Comentar