Na Páscoa da Serra da Estrela, a Internet está no meio de nós

Algumas das tradições pascais daquele território, e os sabores associados a esta época do ano, vão chegar a nossas casas através da Internet.

Foto
Belmonte é um dos municípios que optaram por levar, este ano, a Quadragésima ao meio digital DR

As tradições do sagrado e da religiosidade estão de tal forma arreigadas nas gentes das Beiras e serra da Estrela que os municípios de Belmonte, Covilhã, Fundão, Guarda e Sabugal optaram por levar, este ano, a Quadragésima ao meio digital. A Páscoa até pode ser confinada, mas manifestações como a Via Sacra, Procissão dos Passos, encomendação das almas ou o canto dos martírios não deixarão de ser assinaladas, ainda que em formato exclusivamente online. Além da Quadragésima, a serra da Estrela fará chegar a nossas casas mais umas quantas propostas especiais alusivas à Páscoa, com alguma gastronomia à mistura.

O município de Pinhel, por exemplo, tem agendados vários eventos digitais alusivos à quadra pascal na sua página de Facebook: a 2 de Abril, pelas 21h, o município convida a percorrer online toda a Via Sacra; a 4 de Abril, às 12h, será também transmitida a Eucaristia do Domingo de Páscoa. E durante toda a Semana Santa “será recriado o percurso da Via Sacra - Caminho de Esperança com imagens em grande formato nos locais que identificam as diversas estações, permitindo que cada pessoa, no estrito cumprimento das directrizes emanadas pela Direcção-Geral de Saúde, percorra o caminho em reflexão individual”, é anunciado em comunicado.

Já a Quadragésima, arrancou com a sua programação online logo no início da Quaresma. Neste último fim-de-semana de Março, a figura de Maria e a tradição oral dos cânticos quaresmais vão estar em evidência nas plataformas do projecto (YouTube, Facebook e Instagram). Para a Semana Santa está prometida uma programação reforçada, a anunciar em breve.

Organizada pelos municípios de Belmonte, Covilhã, Fundão, Guarda e Sabugal, a Quadragésima é um projecto em rede de promoção das manifestações da cultura imaterial ligadas ao período da Quaresma. Este ano, devido às restrições, recuperam-se para o meio digital alguns dos momentos mais marcantes das edições anteriores, “exibindo eventos numa riquíssima programação artística com o envolvimento das comunidades locais”, destaca a organização.

Sabores da serra à mesa

A par destas tradições do sagrado, os municípios da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, lançam-nos, ainda, alguns convites gastronómicos. O Fundão, por exemplo, leva os Sabores da Páscoa ao Festival Gastronómico “Fundão aqui come-se bem”. Quer seja via take-away ou entrega em casa, os sabores tradicionais da época da Páscoa vão continuar a ser degustados, em segurança, na casa dos fundanenses. Restaurantes e pastelarias são desafiados a criar e reinventar receitas elaboradas com base nos produtos tradicionais da gastronomia da Beira Baixa, enquadrados na época Pascal.

No município do Sabugal, as atenções estão viradas, até 21 de Abril, para o Mercado da Terra online na plataforma Smartfarmer – com a promoção e divulgação de actividades associadas ao mundo rural e venda de produtos “made in Sabugal”. Isto numa altura em que continuam a decorrer, online, várias feiras de Queijos da Serra da Estrela: Celorico da Beira (até 28 de Março), Fornos de Algodres (31 de Março), Gouveia (21 de Agosto) e Seia (13 de Abril).