Dois detidos no bairro de Corroios onde houve troca de tiros

PSP foi chamada por causa de agressão e ameaças com arma branca e acredita que a situação não está directamente relacionada com os acontecimentos de terça-feira.

Foto
Cerco ao bairro na terça-feira durou quase oito horas Nuno Ferreira Santos

A polícia regressou esta quarta-feira de manhã ao bairro Quinta das Lagoas, em Santa Marta de Corroios, no Seixal, onde na terça-feira houve uma troca de tiros entre moradores e a PSP que motivou um cerco que durou quase oito horas

Ao PÚBLICO, ao fim da manhã, fonte do Comando Distrital da PSP de Setúbal disse apenas que as autoridades foram ao bairro “recolher indícios”. Já à tarde, a força policial emitiu um comunicado em que afirma que a deslocação desta quarta esteve relacionada com uma denúncia de agressões e ameaças com faca. “Reagindo prontamente ao apelo, a PSP localizou na habitação a vítima e os suspeitos referenciados, na posse da arma branca”, informou a polícia.

Foram detidas duas pessoas, uma das quais esteve “envolvida nos incidentes verificados ontem no mesmo bairro”. Apesar disso, a PSP acredita que a situação desta quarta não está relacionada com esses acontecimentos.

Na terça-feira, um grupo de moradores do bairro precário ter-se-á desentendido a meio da manhã e, quando a polícia chegou, foi recebida com tiros. A PSP montou um cerco para tentar interceptar os suspeitos, mas apenas uma pessoa foi detida. A PJ tomou conta da investigação ao tiroteio e já esteve a fazer diligências.