Dois tiroteios em seis dias não unem um Congresso dividido ao meio

Em menos de uma semana, dois atiradores mataram 18 pessoas em salões de massagem e num supermercado nos EUA. O debate sobre o acesso às armas tem décadas, mas o país continua muito longe de aprovar uma reforma profunda.

partido-democrata,america-norte,tiroteio-eua,eua,mundo,america,
Fotogaleria
Dez pessoas foram mortas num tiroteio num supermercado em Boulder, no Colorado Reuters/MICHAEL CIAGLO/USA TODAY NETWORK
partido-democrata,america-norte,tiroteio-eua,eua,mundo,america,
Fotogaleria
O atirador esteve no interior do supermercado durante uma hora Reuters/MICHAEL CIAGLO/USA TODAY NETWORK

O debate sobre o controlo das armas nos Estados Unidos da América tinha regressado à ordem do dia há menos de uma semana, com a morte de oito pessoas em salões de massagem no estado da Georgia, quando o país voltou a ser confrontado com as imagens de mais um tiroteio nas suas cidades, na segunda-feira, desta vez num supermercado no Colorado.