Ministra das Finanças da Suécia: “A nossa paciência terminou”

Ministra das Finanças sueca, Magdalena Andersson, anuncia o fim de uma convenção fiscal com Portugal. Admite recuar, mas, para isso, Lisboa tem de agir “agora” e ratificar o acordo fechado em 2019.

Foto
Magdalena Andersson é a ministra das Finanças da Suécia desde 2014 Kristian Pohl/Regeringskansliet

A Suécia quer rasgar uma convenção fiscal celebrada com Portugal em 2002 e passar a tributar IRS, a partir de 1 de Janeiro de 2022, aos seus pensionistas que escolheram viver em Portugal nos últimos anos.